Eventos

Dentro ou fora do Campus, os cursos marcam a atualidade pela diversidade de iniciativas.

Escola de Primavera 1ª Edição

Entre os dias 14 e 16 de junho, ocorreu a 1ª edição da Escola de Primavera, uma iniciativa organizada pelo MCAC e o Doutoramento em Sociologia. Em Monção e Melgaço, estudantes e docentes reunidos numa jornada com várias iniciativas (exposição ‘Momentos Rurais’; colóquio ‘Tendências da Comunicação’, seminário ‘Metodologias de Investigação e de Intervenção’; seminário e colóquio ‘Dinâmicas Sociais’).

Escola de Primavera 2ª Edição

Teve lugar de 24 para 25 de Maio de 2014, em Melgaço,  a 2ª edição da Escola de Primavera organizada pela Comissão de Curso do MCAC. Estudantes e docentes numa jornada, com várias iniciativas,  dedicada ao tema Memória e Fronteira.

Fotografia e Investigação

A 2 de maio de 2012, ocorreu mais uma sessão da atividade do MCAC designada Percursos Profissionais na área da Cultura. Álvaro Domingues, professor da Faculdade de Arquitetura do Porto e Isabel Reis, responsável pelo Museu das Migrações e das Comunidades de Fafe, foram os convidados desta sessão.

Rui Silva em Aula Aberta

Dedicada à Publicidade, esta sessão contou com a presença de Rui Silva, então Chairman da BBDO e ex-aluno da Universidade do Minho. Nota biográfica na primeira pessoa: “Nasci no Porto, estudei Comunicação em Braga e fiz-me publicitário em Lisboa, para onde me mudei em 1998. Comecei por ser Copywriter na Z. Publicidade, passei depois pela Strat, pela Ogilvy & Mather e finalmente ingressei na BBDO, onde me encontro há 7 anos. Fui Copywriter, Supervisor Criativo, Director Criativo e ao longo destes anos trabalhei marcas como Mercedes-Benz, Galp Energia, Jogos Santa Casa, MTV, Expresso, Banco Espirito Santo, Nestlé, Super Bock, Turismo de Portugal, Azeite Gallo, Portugal Telecom ou Zon Multimédia, entre muitas outras. Para alegria de alguns e sofrimento de outros, fui responsável por algumas das campanhas que nos consumiam a paciência de consumidor, desde a “importação” das Vuvuzelas pela Galp, às estafadas lenga-lengas “Se eu podia viver sem ZON…” ou “Há uma linha”. Mais recentemente, dei à Luz a Dona Inércia ou a prancha da Mercedes-Benz para o Garrett McNamara. Enquanto criativo, recebi mais de 50 premiações nacionais e internacionais em certames como os Cresta Awards, Epica awards, Eurobest, Cannes Lions, Mobius Los Angeles, ou El Sol de Iberoamerica. No presente, sou Chairman e Chief Creative Officer da BBDO, onde procuro criar o contexto onde outros desenvolvam, exerçam e se realizem através do talento. A BBDO é a actual Agência do Ano em Portugal, detentora dos Grandes Prémios do Júri e da Imprensa no CCP e do Grande Prémio da Eficácia, atribuído pela Associação Portuguesa de Anunciantes”

Escola de Primavera 3ª Edição

Teve lugar entre  30 de abril e 1 de maio de 2016, em Melgaço.  Uma iniciativa organizada pela Comissão de Curso do Mestrado em Comunicação, Arte e Cultura, com a colaboração da Câmara Municipal de Melgaço. Estudantes e docentes reunidos num fim de semana dedicado ao tema “Cinema e identidade”.   .

O Diorama Musical

Edgard Sales, estudante do 2º ano da turma de 2017-2019 de MCAC organizou uma Exposição no quadro do seu Projeto de Intervenção dedicada ao Diorama Musical. Ocorreu entre os dias 21-25 de janeiro de 2019, no Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Braga.

João Martinho Moura em Aula Aberta

Nesta Aula Aberta, contámos com a presença de João Martinho Moura. João Martinho Moura é artista e investigador em Arte Digital. Desenvolve a sua investigação nas áreas da arte digital, interfaces inteligentes, visualização de informação, música digital e estética computacional. Foca o seu trabalho artístico especialmente na interacção corporal com sistemas digitais. João Martinho Moura encontra-se a desenvolver a sua investigação na Universidade do Minho, Portugal, no laboratório engageLAB. Os seus trabalhos estão incluídos nas curated selections: ARS ELECTRÓNICA (Linz, Áustria, 2012), da plataforma Processing (New York, USA, 2008), e da SLSA (Society for Literature, Science, and the Arts, Indiana, USA, 2013). É autor de publicações académicas sobre Arte Digital, Interfaces Humano-Computador e Visualização de Informação. É membro fundador da ARTECH International Association. Colabora, regularmente, como docente convidado, no Mestrado em Tecnologia e Artes Digitais, na Universidade do Minho, Portugal, leccionando as unidades curriculares de Programação para a Arte Digital e Projecto Integrado. As suas peças de Arte Digital foram exibidas em Portugal, Estados Unidos da América, Itália, Brasil, Inglaterra, França, China, Bélgica, Alemanha, Israel, Japão, Turquia, Ucrânia, Suécia, Rússia, Suíça, Espanha, Áustria e México. João Martinho Moura apresentou o seu trabalho em Conferências sobre Arte Digital e Interfaces Humano-Computador, incluindo o International Festival for the Post-Digital Creation Culture OFFF (2008); World Congress on Communication and Arts (2010); SHiFT Social and Human Ideas for Technology (2009); International Symposium on Computational Aesthetics in Graphics, Visualization, and Imaging CAe (2008); ARTECH (2008) (2010); Computer Interaction (2009); ZON Digital Games (2007); International Creative Arts Fair (2008); ZON Multimédia Premium (2008); Le Corps Numérique – Centre Culturel Saint-Exupéry, France (2011); Semibreve Award (2012, 2014); TEI International Conference on Tangible, Embedded and Embodied Interaction (2011); Guimarães European Capital of Culture 2012; Bodycontrolled Series LEAP – Lab for Electronic Arts and Performance Berlin (2012); Futureplaces (2012); Ars Electronica Animation Festival – Linz Áustria (2012); SLSA Conference – Society for Literature, Science, and the Arts, USA (2013), xCoAx – Computation Communication Aesthetics and X, Italy (2013), European Space Agency, Germany (2014). Em 2010 apresentou seu trabalho de Mestrado em Arte Digital, NUVE (2010), sob a supervisão artística de Né Barros (Balleteatro), e supervisão académica de Adérito Marcos e Pedro Branco (Universidade do Minho, engageLab).

Visita GNRation e Theatro Circo

Visita ao GNRation e Theatro Circo. Promovida pela turma da edição 2017-2019, a iniciativa envolveu estudantes e docentes na visita a dois conhecidos equipamentos culturais da cidade de Braga. No GNRation, houve a oportunidade de dialogar com Luís Fernandes (Director Artístico) e Ilídio Marques (Director de Comunicação). No Theatro Circo, a conversa fez-se com Paulo Brandão (Diretor Artístico), Luciana Silva (Coordenadora Departamento de Comunicação) e Celso Ribeiro (Diretor Técnico). Em ambos os locais, ocorreu uma visita guiada a todas as áreas dos equipamentos.

IV Jornadas do MCAC

Sob o tema “Colaboração e Intervenção na Comunidade”, a Comissão de Curso do Mestrado de Comunicação, Arte e Cultura organizou mais uma sessão das jornadas do curso. Pretendeu-se promover a partilha de conhecimento, de experiências e percursos académicos de estudantes para estudantes. Incluíram uma mostra de trabalhos, a apresentação de Dissertações e de Relatórios de Projetos de Intervenção e Investigação de estudantes de edições anteriores, bem como de Projetos em curso. No final, houve lugar para um convívio entre docentes e estudantes, ao som de atuações musicais resultantes de parcerias entre estudantes das edições do mestrado de 2017-2019 e de 2018-2020.